domingo, 28 de agosto de 2011

Costela da Mãe com Preguiça

Vou confessar que eu sempre tive um medo do caralho de cozinhar carnes! Toda vez que rolava de fazer alguma comida era a boa e velha massinha com um molho metido a besta.
Depois de agum tempo fazendo um trabalho psicológico de aproximação das carnes, começando com bifes, depois carnes de panela, eu cheguei até a famigerada costela bovina.

Eu achava que costela era uma carne complicada! Tem o osso, muita gordura, e na minha cabeça só era servida em churrascos, mas, como a receita envolvia cerveja e o fato de que nessa receita não é necessário temperar a carne, tomei coragem e comprei 2kg de costela de boi.



Quando eu olhei pra ela, e ela olhou pra mim, ofereci a ela um pedaço de pudim e o curioso foi QUE ELA DISSE SIM pensei FUDEU, não sei nem por onde começar. Pois amiga, fica a dica. Não se intimide com a costela. Afinal de contas é só um pedaço de carne, certo? A pior parte da Costela da Mãe com Preguiça é limpar a costela. Sim, ela vem cheia de sebo e com muita gordura. O primeiro passo da receita é retirar o máximo de gordura que a sua habilidade com facas he permitir. É legal já pedir no açougue uma costela magrinha pra poupar o trabalho sujo depois, ok?

Limpa a costela, corte 3 cebolas tamanho GG em rodelas, forre o fundo da panela de pressão (panela de pressão é a melhor amiga da mãe que cozinha, eu tenho uma de 7l pra fazer comida prum batalhão) com as cebolas. Cooque a costela em pedaços (não muito pequenos porque ela derrete) sobre as cebolas. Esmigalhe 2 cubinhos de caldo de costela em cima da carne já na panela. Abra 2 latinhas de 350ml de cerveja clara geladas, enquanto você toma uma, joga a outra na panela. Tampe a panela de pressão e ligue o fogo, quando começar a apitar é só contar 1h de cozimento e saborear!

Aqui em casa a Costela da Mãe com Preguiça é sucesso absoluto de público e crítica! Espero que ela agora passe a fazer sucesso no almoço de domingo de outras mães com preguiça!

PS: A minha Costela da Mãe com Preguiça fica pronta em 20 minutos! Vou tirar as fotos e postar na nossa Fan Page no Facebook! Corre lá!

BOM DOMINGO

11 comentários:

Isis Coelho disse...

Sol!! Excelente receita!!!!

Eu faço um franguinho da mãe com preguiça, no mesmo esquema. Compro coxa e sobrecoxa já temperadinhas, coloco numa travessa, jogo uma latinha de cerveja e forno! fica ótimoooooo!!!!!=)

(se quiser fazer um charme, é só cortar a pontinha de uma cabeça de alho, regar com azeite e sal e colocar junto com o frango! rs)

Beijos

isis e Amelie

Ivna Pinna disse...

Sol, essa tbm é pra mim! Uma mãe com preguiça e que não tem nenhum dote culinário! hahahaha
Mas acho que esse dá pra fazer.. maridão vai gostar! rsrs
Bjos

Diane Lorde disse...

Facinha, facinha..rsrs

Kira disse...

Dúvida: Coloca só a cerveja ou coloca cerveja e água?
Fica com gosto de cerveja? Meu pai não toma bebida alcoolica mas to pensando em engana-lo!


Te contar, uma vez tava fritando hamburguer e no twitter... quando fui na cozinha a frigideira tava pegando fogo...!

Chamei marido, que jogou a frigideira para o quintal - isso tudo ao som do meu pai desesperado, eu desesperada, e Beatriz chorando - e foi gordura quente na mão e no pé dele. POIS É. Deu queimadura de 3° grau.
NUNCA MAIS FRITEI NADA NA VIDA.

E tenho também um semi pânico de panela de pressão!

Resumindo: COZINHO PRA CARALHO!



Beijos
http://parabeatriz.blogspot.com
http://perdendo20.blogspot.com

Sol! disse...

Se eu te falar que já tivemos um acidente SUPER parecido envolvendo hamburguer aqui em casa vc acredita? Bom, foi no forno, tivemos que chamar o zelador e ainda bem que ng se machucou, mas né, olha só que pessoa culinária sou eu hahahaha

Então, não fica com gosto de cerveja não, é só colocar uma latinha mesmo. Vc vai olhar e vai pensar "Vai dar merda" porque vai parecer pouco líquido pra mta carne, mas a cebola solta água e a gordura da costela derrete e tudo acaba bem!

O Theo adora! E ele tbm não bebe alcool hahahahah

Bjocas pra vc epra Beatriz

Dani disse...

Sol,

Quero te dizer que adorei o blog, adorei mesmo, com todas as minhas forças! Vi, pela primeira vez, depois do post do dente, no MMqD. Fiquei curiosa, li tudo do início (metódica no sangue, li os posts de 2008, depois 2009...) e foi mto engraçado ler sobre a sua rotina de faculdade e birita (dilííícia) e imaginar (nossa, ela fez questão de um dente de leite... que menina que mudou!)! E é isso mesmo, foi bacana ver a sua metamorfose, e eu ri mto com os seus posts, com o seu crescimento, sua evolução - não vi a história com o Mr. Big, pq foi deletada... =( humpf, mas vi que tem um final felicíssimo e é o que vale!!!!!
Super me identifiquei com você na vida da facu, pq eu biritava todos os dias, acordava de ressaca SEMPRE, casei e continuávamos nessa loucura, qdo fiquei grávida de surpresa... assim! E tudo mudou. Mas eu não tinha blog antes e agora só escrevo sobre a Laura, essa nova razão de viver que nos enlouquece a vida.

Parabéns pela história, pela forma de escrever, pelos bons posts que li, pelos meus momentos rindo sozinha (no trabalho!), e por ser bacana assim, mesmo que à distância!

Seu blog está linkado no meu! Ok?

Beijos grandes!!!

Dani.

http://viagensdeprimeiraviagem.blogspot.com

Fabiana Friedrich disse...

Vou testar a receita no sábado e volto pra dizer se o povo aprova...

Bjs

Deca disse...

AMEI seu blog...AMEI!!!
Te ví no MMqD e super me identifiquei com sua escrita...
Lí TUDO do comecinho e AMEI!
Já te sigo...
BJSSSSS

Kira disse...

Só pra dizer que comprei a costela e a cerveja, farei hoje, e se não der merda rola post especial para você! (L)

Sol! disse...

Ai que tudo! Eba! Vai dar certo sim! N~ao tem erro! Me Da um feedback hein! bjossssss

Fabiana Friedrich disse...

Fiz a costela ontem pro jantar...DELÍCIA
Vai virar carro chefe aqui em casa,o strogonoff "estraga onofre",como dizia o filhote perdeu a vez,hoho.

Bjs