segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Carta para um pequeno grande garoto

Meu carinha,

hoje eu sai correndo do trabalho, me desabalei  tresloucada pela ponte Cidade Jardim e devo ter tomado uma multa na marginal. Eu estava preocupada porque me ligaram da escola dizendo que você não estava bem. Como eu soube que você teve febre no final de semana corri o máximo que pude. Cheguei na escola e subi as escadas pulando os degraus de dois em dois, igualzinho voce faz. Perguntei por voce na recepcao e a secretária ligou pra coordenadora e pediu pra te chamar. Sua mãe estava lá pra te buscar.

A professora te tirou da sala e disse: Lucca, sua mãe está aqui! Pode ir embora!
E nesse momento você se sentiu aliviado, sua febre, seu corpinho cansado, a tosse, nada disso mais incomodava. A sua mãe estava lá! Tinha saído do trabalho e tinha dado um jeito de ir te buscar! E ia cuidar de você, te fazer um chá, ligar pro pediatra pedindo instruções, iria correndo na farmacia pra comprar seu xarope e passaria o dia todo com voce.

Entao voce veio arrastando a mochila pelo patio, ja pensando no abraco e no beijo que daria na mamae, ia sentir o cheirinho dela e tudo ia ficar bem!

Mas quando o inspetor de alunos abriu a porta quem estava la era eu. Eu tinha saido do trabalho. E voce nao pode disfarcar a carinha de decepcao quando me viu.

E por mais que eu tenha te feito cha, tenha ligado pro pediatra, tenha corrido as pressas na farmacia, eu nao sou ela.

Meu querido, eu espero que um dia, quando voce crescer, e entender que os adultos nao sao tao sabidos quanto a voce pensava, nos possamos rir muito desse dia, porque hoje, tudo o que eu posso te dizer 'e que eu sinto muito pelo mal entendido e pela sua carinha de decepcao, e que eu quero que voce melhore logo. A Marinha te ama!

21 comentários:

Larissa Xavier disse...

sabe q eu me emocionei, deu pra perceber o amor q vc tem por ele... e concerteza no futuro ele vai entender

Isis Coelho disse...

Oi Sol! Seus textos são tocantes!
Espero que o pequeno melhore logo!

Beijos

Flávia A. disse...

Ele vai crescer e vai entender e com certeza vai admirar a extrema doçura e sensibilidade que você tem! Mãe é mãe,sempre,não adianta...mas é bom demais saber que se é muito amado por todos os lados!

Beijão!

Ivna Pinna disse...

Sol, parecia que eu estava lá! Que post emocionante! No futuro, qndo ele lê essas coisas, não vai aguentar tanta emoção! Vc tá ensinano pra ele sobre o amor livre, desprendido, verdadeiro!
Muito lindo!!

Bj

Flavia disse...

Ai que dor...

Você me inspirou a escrever sobre o meu step-filho... ai que dor.

Mariana - viciados em colo disse...

desconfio que ele já entende!

que texto lindo! é muito amor mesmo!

Carol Garcia disse...

se já não entende, mas do jeito que consegue, le vai entender sim e te amar, de uma maneira única que só vcs dois conseguem.

bjo bjo

Fá, Mãe da Ana Luiza e do Gustavo! disse...

Chorei.... simplesmente emocionante!

Beijokas

Meg disse...

Mari, já te falei q seus textos são otimos ne? fazem a gente rir muito e chorar tambem...o seu amor para com o Lucca é incontestável...bjus Meg Lima

Dani disse...

Sol... lindo... não foi à toa que devorei todos os seus posts em uma tarde, vorazmente li a todos, engoli alguns e digeri vááários... tenho certeza que o Lucca logo entenderá qual é o tamanho desse amor seu por ele, que não é de mãe, não é de pai, nem de tia, muito menos de avó... é de mãedrasta, amor grátis, simples como só o amor pode ser.
Melhoras para ele.
E fiquem todos bem.
Beijos grandes,

Dani.

Thata disse...

=(
Tocante!

Fabiana Alvim disse...

Sol, que difícil deve ter sido... pra ele e pra vc, apesar de que no texto vejo vc bem resolvida com a situação. Pq é mesmo um fato. Sempre penso no meu marido com minha mais velha. Ele deve passar por diversas situações assim sem que eu nem perceba.

Saúde pro pequeno! Pq amor não falta...

Ilana disse...

Fiquei emocionada.
Que dor!
A dele e a sua.
E que amor!
Imagino o quanto deve ser difícil estar nesse lugar de vocês, e também o quanto de coisas boas isso pode agregar para todos.
Beijos

Bianca disse...

Nossa, eu nem sei como cheguei aqui, linkando um blog no outro me deparei com esse post lindo e não tinha entendido o que vc era dele, fui buscar e entendi, rs!
Lindo post! Eu tenho um menino "grande" assim tb e sei o quanto eles "precisam" da mãe por perto...
Mas tb achei linda a atitude da mãe biológica dele, essa "doação"... tem que ter muito peito e humildade. E vc tb, super "sua linda"correndo para busca-lo. Tudo lindo, amei esse blog, já foi para os meus favoritos.
beijos

Diane Lorde disse...

Juro que tive vontade de chorar ao ler o post.... agora só um detalhe, a escola creio eu que saiba que ele tem "2" mães, então, pelo menos deveriam dizer mãe 1 e mãe 2... simples assim, porque fazer "isto" com uma criança chega ser cruel...
Mas claro, um salve para você que é uma super mãe 2 vezes e sempre da o melhor de você!

***GrAzI disse...

Arrepiei!!! Simples assim!
;o)

Beijos!

Clê disse...

nossa, me emocionei. Deve ter sido bem complicado sentir tudo isso. Sei que ele te ama, com a mesma força que ama a mãe,apenas esperava outra pessoa mas com certeza se sentiu amado, seguro em saber que pode contar com você.

Tati disse...

O Jesuis... tadinho.
Mas vc tb é mãe...e ele sabe disso.
BJss

Sol! disse...

Gente bonita do meu Braseel! Obrigada pelas palavras de carinho, e por entenderem tão bem esse amor que não é fácil de explicar! Lucca já esta bem! E eu aqui aprendendo a cada dia que esse sentimento só me faz uma pessoa cada vez mais realizada!

Bjos e abraços pra cada uma de vocês SUAS LINDAS!

Lailah disse...

mto fofa!!!!

Sarah disse...

Pensei que tivesse comentado esse post!! Lindo demais esse amor de vcs. E sim, ele vai entender, e vcs vão rir bastante desse dia...
bjo!