segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Cada um com o seu prato e todos caindo no mercado!


Foto que dispensa comentários... mas eu diria, MacPeito!

Quando a gente tem mais de uma criança em casa a primeira reação que se tem é tentar usar as mesmas chantagens estratégias , castigos tratamentos e canal de desenho atividades pras duas criaturas mirins. Daí você logo percebe que isso vai dar muito errado!

Eu tive irmãos (2, um irmão e uma irmã) e nós gostávamos de coisas muito diferentes! Eu gostava de pentear o cabelo da Barbie, meu irmão gostava de cortar o cabelo da Barbie e minha irmã gostava de pegar o dinheiro do Banco Imobiliário e fingir que a Barbie era uma loira elegante e muito rica que emprestava a juros abusivos. E nós três fomos criados pela mesma família!

Lá em casa, eu e o Beto respeitamos as diferenças de cada um, mas pra gente é mais fácil, pois o Lucca e o Theo tem 8 anos de diferença! Então um é Nickelodeon e o outro é Discovery Kids; Um é X Box (mães de menina, X Box é um vídeo game caro que seu marido joga mais que o seu filho) e o Outro é Fisher Price; Um é Rihana e o outro é Palavra Cantada... E no meu caso um é “Não quero mais” e o outro é “Quero mais”!

Nós temos um case alimentar lá em casa. O Lucca não curte comer. É, simples assim, comer é um negócio que não é muito a praia dele. Eu e a OMS suspeitamos que todo esse drama alimentar começou logo na amamentação. Ele mamou pouco no peito, e está cientificamente provado que bebês que são amamentados crescem mais, estão mais protegidos de doenças, tem menos riscos de se tornarem obesos e COMEM MELHOR.

O Theo por sua vez mamou até os 12 meses exclusivamente leite materno e depois disso passou a comer de tudo, desde fígado acebolado, passando por acelga e catalonia, até batata frita (porque ninguém é de ferro).

Histórias tristes de amamentação a parte, porque eu bem sei que todo mundo tem uma história triste dessa fase pra contar, é nítida a diferença entre os dois. A hora de comer é sempre um drama pro Lucca e um prazer pro Theo (que quase sempre come o prato dele e o que sobra do prato do irmão).

Nós tentamos de tudo! Sustagen, carnabol, biotônico, ovo de pata com leite condensado (tá, esse é mentira) e NADA! E o pior é que essa falta crônica de apetite já está refletindo no desenvolvimento físico dele. Ele está abaixo do peso mínimo para um menino da sua idade.

Dito isso, eu e Beto viramos os loucos ensandecidos da comida e do suplemento vitamínico! O pediatra receitou um complemento mas nada substitui o bom e velho arroz com feijão. Além de muita conversa sobre a importância da alimentação e as conseqüências de sua ausência.

Passei a tentar diversificar mais os tipos de carnes, verduras, vegetais e frutas. Na verdade eu to até me achando meio nutricionista nos últimos tempos... Elaboro cardápios, invento receitas e to pensando que, se tudo der errado, eu posso abrir uma empresa de quentinhas! Tudo isso porque o Lucca não come.

Mas gente, eu to me empenhando, juro mesmo! E você? Seu filho come? Não come nada? Só come dadnoninho e bebe Yakult? Me fala que eu te escuto!

Mas agora vamos à tragédia minha de cada dia, porque né, cadê o glamour da maternidade? paro lá na casa da Angélica e do Luciano Huck e nunca deu as carars por aqui!
Devido à já divulgada falta de apetite do Lucca, minhas idas ao supermercado passaram a ser pesquisa de campo de tabela nutricional e gincana pra ver o que eu vou comprar lá que ele realmente vai querer comer!

No último final de semana fomos ao Wal Mart, Beto e Theo ficaram na seção de frutas e legumes enquanto eu lia a tabela nutricional do peito de frango (calma gente, eu não to louca, é que tem algumas marcas de frango que contém hormônios femininos, então se você não quiser que seu filho de 2 anos faça reposição hormonal é melhor evitar). Andando pelo mercado e procurando a palavra ESTRÓGENO no pacote de frango não percebi que tinha uma poça GIGANTE de água na minha frente e tomei o MAIOR ROLA DA HISTÓRIA DO WAL MART BUTANTÃ.

Sim, porque enquanto eu caía tentei me segurar na prateleira mais próxima, que era, por puro capricho do destino, uma pilha de garrafas de vidro de azeite. Desta forma lá estava eu, estatelada ao solo do Mercado com cerca de duzentas garrafas de vidro quebradas ao meu redor e MUITO azeite. Agora eu te pergunto: Como levanta?

Contando com a ajuda de desconhecidos me levantei e vi o Theo correndo na minha direção e gritando: Solta a minha mãe! Enquanto meu marido olhava pros lados e tentava entender a lógica daquela cena.

Daí que eu ganhei uma roupa nova toda trabalhada no estilo “cai no mercado e ganhei uma calça de moleton pra não processar o Wal Mart” , e o Theo quis ficar no meu colo o resto da compra inteira porque né, vai que eu me estatelo toda de novo e algum transeunte vem querer me levantar?

Vocês perceberam que eu AMO pagar mico no mercado né? E você? Já tomou rola no mercado? Teve que trocar fralda na sessão de iogurte? Derrubou todas as batatas da banca?

Pelo menos eu levei o Frango sem Estrógeno, que depois virou um estrogonofe de segunda-feira que o Lucca comeu e lambeu os beiços!


15 comentários:

Lorraine disse...

tu me faz rir muito, Sol!

Sabe que aqui em casa também tenho dois exemplares: 1 que come e outro que não. A piração é total e as idas ao mercado são uma verdadeira expedição! Um trabalhão na cozinha pra olhar pra minha cara e dizer que não gostou!

Mas olha, apesar do tombo, ele comeu né? então valeu!

beijos

RaCk disse...

imaginei vc caindo no mercado extamente como contou, e me desculpe, mas eu morri de rir! Seu filho deve ter achado que estavam te batendo pra mandarem te soltar. Pelo menos o Lucca comeu!

Sol! disse...

Gente, sabem que eu não tenho mais coragem de voltar lá no Wal Mart... #traumas

Thaís - Mãe da ruiva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thaís - Mãe da ruiva disse...

eeiii, sempre te leio e gosto muito, muito mesmo do seu bom humor Sol!

não passo o mesmo dilema porque tenho só uma filha de dois anos, que por sinal anda rejeitando e selecionando a comida.

Cara acho supeer você sendo madrasta (que não é má) se importar tanto com o Lucca, parabéns!!!

Sorte sua de cair em um mercado de cidade grande, imagina só se fosse no interior(meu caso), seria noticia na cidade por pelo menos um mês!!! uahuahauhuahuahuaah

beijoo grande

Francine Barrionuevo disse...

O meu pequeno sempre comeu bastante, mas ele ficou meio enjoadinho de uns tempos pra cá, tipo agora cismou que suco tem que ser de uva ou de pêssego, dá o que fazer pro menino beber um suco de laranja natural. Só que ele come bastante e mesmo assim ele sempre foi magricelo, tanto que eu vivo escutando da minha mãe se o menino come direito.
Essa do supermercado foi ótima hein...pra gente de fora rir é claro, pq no seu lugar e cavava um buraco na terra e não saia de lá nunca mais...kkkkkkk
bjo grande

Tatei e Nana disse...

Chorei de rir imaginando a cena no supermercado!!! Rsss...
Vc descobriu a fórmula pro Luca comer: é só pagar um mico no Walmart que abre o apetite do menino!!!
Bjs

Renata disse...

Não tem como não rir, adoro esse bom humor! :)
Tenho um menino de 1 ano que come de tudo (inclusive terra, grama, o próprio cocô etc) e uma menina de quase 3 anos que desde que o irmão nasceu, resolveu não comer praticamente mais nada (claro que ela ainda ama danoninho, bolacha e outras porcarias mais, além da mamadeira). Já me descabelei tanto, mas desisti de brigar e cada vez mais vejo que a situação não é tão anormal e não deve levar à morte. Então, menos stress e mais amor (e quem sabe um dia ela resolve comer).
E, sério que você amamentou exclusivamente até 1 ano? Que sonho! Meu pior pesadelo sempre foi fazer papinha! Se eu soubesse que isso era possível teria feito com meus filhos com certeza rs!
Bjs

Sol! disse...

Comentando os comentários:

Thaís mãe da ruiva: Amiga, sorte mesmo, uma filha só e ainda menina! Premiada forever! E cair no mercado no iterior deve dar até notícia no jornal né não?

Francine, comer e ser magro é privilégio infantil né... E sabe que nem deu tempo de ficar com vergonha! Foi só cair que apareceu uma funcionária solicita se oferecendo pra me dar um moleton roxo. Esses americanos!!!

Tatei e Nana, sabe que ele conta até vantagem pros amigos "A Mari faz comida SÓ PRA MIM todo dia" personal cooker!

Renatam já dizia Zezé de camargo e Luciano que o segredo É O AMOR! Então gata, na verdade o theo comia papinha e frutas tbm, mas o grosso mesmo era o peito até 1 ano

Cleo disse...

OI Passando pelos blogs da vida encontrei o seu com um jeitinho bem humorado de contar as situacoes da vida. Parabéns pelo blog.
bjoss

Diane Lorde disse...

Sei que deve ter sido trágico, mas impossível não rir..rsrs
Quanto a questão alimentação não sei se posso ajudar muito mas como tenho filho da idade do seu Lucca, conto minha experiência:
Sempre fui a louca/chatôncia da alimentação, em casa é proibido qualquer tipo de guloseimas, salvo raríssimas exceções para pipoca salgada, sorvete de fruta e bananinhas sem adição de açúcar, então embora seja dieta hitleriana, nunca tive problemas com alimentação, agora a ideia de levá-lo a feira livre, ou sacolões, sempre encantam os olhos de qualquer criança, e claro o exemplo costuma ajudar bastante. Boa sorte!

Marianne Outeiro disse...

Eu tenho um rapaz de 3 anos que é um sem fundo, chega na casa das pessoas e acham que mato o menino de fome, pq ele ja almoçou 4x em um dia, na casa do pai... O bom é que ele é super em forma, magrelo, de perna grossa e bumbum grande..kkkkkkk. Mas ele nunca gostou de leite, nem de peito, nem formula, nem de vaca. Largou o peito com 3 meses e a mamadeira com 6. beijos

Renata disse...

Eu tô rindo muito aqui, minha filha, você tem dom. Só pode! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
Olha, aqui em casa parece que a Cecília acorda, vai brincar e de repente, decide não comer nunca mais na vida. Leite ela resolveu não tomar faz meses, mas a gente enrola ela, dá
Toddynho e esses trens todos, mas o pediatra passou suplemento com cálcio pra ela. ELa também tinha resolvido que só ia beber suco, biscoito de polvilho e pão. Pq neh?! Desgraça pouca é bobagem! Ela ficou algumas semanas assim, só beliscava a comida e voltava p seu jejum. Ela voltou a comer de novo, mas ainda toma suplemento vitamínico. Ai, olha, mãe sofre de tudo de amor, de dor e de muita preocupação. Beijos

Mari Mari disse...

eu tenho em casa um filho q come e nao engorda; uma filha q nao come e engorda; e um bebe sem fundo q mama horrores e acho q vai comer o prato dele e o q sobrar dos outrps dois. enfim, a minha menina sempre viveu de leite, nunca comeu fruta, nao eh de guloseima, come bem pouco mesmo; a gente adiciona Pediasure e isso resolve a falta de vitaminas, ferro, dá saciedade e mentém o cocô firminho! tenho varios posts la no bloguinho falando de alimentacao e minha relacao com a amamentacao, sem ser xiita. passa la!

* Ana Amelia * disse...

A minha filha tem quase 3 anos e é dessas que não come e tem tipo uma seleta lista do que ela aceita comer... Nem adianta tentar sair da lista. O engraçado que ela nem ama todas as 'besteiras' que as outras crianças comem: danoninho, pizza, hamburger, pipoca, nada disso. De besteira é só (Só!!!) chocolate. Eu fico na esperança de quando ela começar a entender melhor, que vai comer mais, mas pelo seu post, vejo que não. To grávida da segunda e torcendo que seja daquelas crianças que tem que mandar parar de comer... mães e suas doideiras! Mas deve ser tao bom cozinhar e ver seu filho comer com gosto... aqui é quase chorando e implorando por mais uma colherada. :(