quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Madá, DJ Gésus e o fato histórico que amaldiçou minha vida para todo o sempre Amém!

Israel, cidade santa, ano 33 d.c.


*

Lá estava eu, Sol, em minha primeira encarnação nesta terra.
Tinha lá meus 24 anos e tentava sobreviver dignamente como bailarina em eventos para os oficiais romanos. Um trabalho deveras desgastante (oficiais romanos não se contentam com perfomances pouco desenvolvidas, eles querem coreografias elaboradas com muita arte!)
Eu vivia momentos de tensão, pois as balilarinas egípicias estavam apelando no rebolado do pancep’s na dança do ventre.
Eu tinha que inovar, criar um novo conceito em bailado para o entretenimento militar, eu tinha que segurar a platéia até o fim!

Opa, pérai Segura! Amarra! Segura e Tchãnnn, amarra e tchãnnn, segura e tchãnn, tchãann, tchãnnn, tchãann, tchãannnn (jogando frenéticamente o cabelinho sarará de um lado pro outro)! É isso! Eureka! Meus problemas acabaram! Saí serelepe comemorando meu novo pulo-do-gato coreografico e já imaginando uma mini-burka decotada, azul de bolinhas pretas e meu novo penteado a base de água e neutrox para combinar com a coreografia!

Minha euforia era tanta que eu precisava descontar a ansiedade até encontrar a primeira balada de soldados romanos para mostrar-lhes minha mais nova invenção, ficar milionária e ir pra balada tomar vinho com energético com a minha brother, Maria Madalena, para os íntimos Madá.
Procurei algo para apertar, chutar, pular em cima pra aliviar a euforia, e só achei um favo-de-mel! Meti na boca e saí mastigando em busca de um inferninho pelas ruas da Terra santa. Tinha inventado o Segura o tchãn e o chiclete na mesma tarde! Eu era um gênio.

Foi então que avistei, lá, ao longe, a maior rave de todos os tempos! Vários soldados romanos usando um penteado que viria a ser conhecido como moicano dai uns 2000 anos, todo mundo já muito louco, suando e gritando, três DJs fazendo uma performance maluca em cima de cruzes de madeira...
Pensei com meus botões: Essa é a oportunidade de entrar para a história! Não tive dúvida, subi até a cabine dos DJ’s, cuspi o chiclete e colei na cruz pra não atrapalhar minha concentração e executei: Segura o Tchãnnn, amarra o tchãnnn, segura o tchãnn, tchãann, tchãnnn, tchãann, tchãannn! A Madá gostou tanto que tirou o véu e rodopiou sobre a cabeça no maior estilo “Tira a camisá! Tira a camisá! Tira a camisá! Levanta pro alto e começa a rodar!”(coreografia que também veio a se tornar um rit do verão do ano 36 d.c. entre os Celtas e Anglo-saxônicos).

E assim se explica o calvário dessa que vos fala! EU COLEI CHICLETE NA CRUZ E DANCEI O TCHÃN USANDO TRAJES MÍNIMOS DE BOLINHAS PRETAS DE FRONTE A GÉSUS, O CARA, OU MELHOR, O FILHO DO CARA!

Essa é a única explicação lógica pra ter caído uma gaveta no meu dedão as 6 e 30 da madrugada e eu ainda ter que ir trabalhar de scarpan!

Notas:
No fundo eu sempre soube que a Madá me levaria pro mal caminho! Féla da Puta! Ela fica pelada na balada e quem se fode sou eu !!!

Esse tal de DJ Gésus tava pegando ela há tempos, tenho certeza....

Madá, na foto que ilustra o post, ela ficou famoséeerrima e eu levo gavetada no dedão. Esse mundo cristão é mto injusto merrmo...

A história da Rave na terra santa pode ser confirmada pelo DVD do Terça Insana. Sutiã 44 recomenda
.

20 comentários:

coizinha disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

so o que posso acrescentar...

Sol! disse...

Rsss (sorrisinho amarelo pra vc coizinha!)

Vc ri pq não é o seu dedão que tá azul...

Mas eu mereço!!! Rebolei pra soldado romano, vou arder no mármore do inferno! hahauauauhhua

Bell Bastos disse...

Nooossa, mármore do inferno é muito né não? Mas booto fé que pro inferno cê vai... Quem mandou jogar chiclete na cruz...

Realmente, ainda bem que eu sou estudante, vou de All Star ou chinelãão e sempre que eu bato o dedinho do pé em alguma quina, eu nunca preciso usar scarpan. \õ/

Samuel Bryan disse...

eu tenho certeza q tu deu uns pegas no Longinus antes dele botar a lança pra fora e acabar com a festa inteira caindo uma chuva do caráio
kkkkkkkkkkkkkkk
a-d-o-r-e-i-!
analogias é comigo mesmo
uahuahauha
beijooos

l u a . disse...

há.!

ce pá, eu tava na mesma rave. só que acho que dei um tabefe na bundinha do cara na cruz.

(com TRÊS lexotan. ;) )

Larissa Santiago disse...

sacrilégioo!!!
kkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkk

M.Moraes disse...

hahaha..Adorei.

Mto bom o bloog, voltarei mais vezeees!

;*

Sâmia disse...

Cara, tu é mucho loca, hein!
bj

Fernanda Pereira disse...

Ahhh...então era vc,né??!!

Eu era aquela que tava na capa da revista dos romanos, sabe pelada???!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Me esbaldei de rir aqui, mas espero que o dedão melhore logo...se bem que por experiência própria te digo que ainda vai doer um bocado...!!!

=/

Beijos e semana boa pra vc!

Cruela disse...

tenho uma história parecida, mas foi antes da sua, também com madá.

eu transei com judas e madalena na mesa da santa ceia.

tenho certeza disso, depois posto a história.

beijos

Cruela disse...

Sol?

acesse o link http://www.mediafire.com/file/ut0dtydz1yg para baixar o áudio do seu programa.

agora vc me deve uma cerveja.

kkkkkkkkkk

beijo

Alice ainda mora aqui disse...

Sol, hilário. Compadeço da sua realidade minha flor, pq muito antes de dançar o créu na Santa Ceia, eu já vaiava o sermão da montanha e vendia tequila com limão na crucificação! Uhhhhhhhhhhhh!

Marie Curie disse...

Hahaha, tadiiiiiinha! É que nem quando eu bato o dedinho na quina da porta, eu lembro que tenho dedinho só nessas horas, huahuahau! Bjos rosa choque pra ti, flor!

Anônimo disse...

Sol linda, tudo bem?

Atendendo à sua solicitação, compareci ao CJS para averiguar a continuidade das pérolas...
Elas ainda existem, mas estão definhando...acredita que em 2008 só existem três comentários?
A nova turma é muito séria! Não que a nossa não fosse, mas pelo menos existia alegria naquele recinto e a gente conversava e ria muito...mas agora, acho que nem se falam direito!
Eles não sabem o que estão perdendo...mas o importante é que as perólas passadas continuam lá. Sim! Elas continuam e devem trazer um pouco de alegria para quem as lê, afinal, o René e o Celino alegram qualquer pessoa né!

Então, fico por aqui.
Beijocas da sua leitora assídua.
Jac.

Anna Oh! disse...

Mas é muita ruindade rir? Do post, não do dedão... (até pq eu acerto quinas com uma habilidade de uma pessoa treinada pra isso - deveria ter sido contratada de figurante pro Ensaio sobre a Cegueira).
Ah, meu eu ri hauahauahauahauahauhaua, pot óótimo. Às vezes eu tenho a sensação de ter escarrado no vinho abeçoado ou qqr coisa q faça com q a culpa judaico-cristã caia sobre mim. Mas eu toco ela pra fora rapidinho!! ahahhaahahha.

Bjões

disse...

Só digo q na UNESP vc nao precisava usar scarpan!hahaha

E ontem eu tava mutcho loca aqui em casa e vc perdeu tuudo!hahahaha

divarosachoque disse...

Jesus só não dançou aquela noite porque tava pregadão?

uhauhauhauha


Muito legal... hahahaha
beijos
Andreas Ribeiro

Maite Lemos disse...

Hahahahahhahahaha
Criiiiisto!
Adorei!

Sol! disse...

vão todos areder no mármore do inferno!

Junto comigo!

Sào todos parte da legião e vão ter que passar por um desencapetamento, é sério!

hahauhahua

Curupira disse...

Sol,
eu tinha que botar um defeito nessa doideira toda q ocê escreveu (rs,rs... rs)
então:
Jesus é a segunda pessoa da trindade, o Deus-Filho, sendo filho e pai e espririto santo...ao mesmo tempo... entendeu?
E ele morreu na cruz por seus (e meus) pecados.
Se você, de todo o coração, se arrepender de seus pecados e aceitar Jesus como único senhor e salvador da sua vida...
nunca recaira sobre teus dedos gavetas às 6:30 da manhã.

Feliz 2011!