quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Buenos Dias Noel! Bye Bye Ken...

Uma das coisas mais legais do Natal era esperar pelo presente.

Sabe aquele friozinho na barriga da véspera, sem saber se aquele brinquedo que você tinha pedido de Natal ia chegar. E as vezes não chegava. Sei lá, eram tempos difíceis, de cruzeiro, cruzado, cruzado novo, cortar zeros e levar 500 mil dinheiros pra comprar uma esfiha e uma Itubaina na cantina da EEPG Júlio de Mesquita Filho (e ainda tinha que sobrar troco pra subornar a Talita, ou então ela quebrava o estojo do Paraquai da Juliana Martins e botava a culpa em mim... Mais sobre a Talita, favor ler AQUI).

Enfim, uma das maiores decepções da minha vida (excluindo o dia em que eu assisti ao vídeo da Britney cantando sem playback. É de deixar qualquer pessoa abalada...) ocorreu num Natal.
Eu tinha pedido um Ken, da Barbie sabe?

 Porque afinal de contas eu não tinha nenhum Ken. E toda vez que eu ia brincar de Barbie com a minha prima, Milena, a minha Barbie mais velha, que tinha sofrido com um dos ataques terroristas do meu irmão Pedro e sobreviveu, porém com sequelas (leia-se careca) fazia as vezes de macho. A gente colocava um camisetão nela, calça larga e paletó e a Maria Gadú das Barbies Barbie Careca dava altos pegas nas nossas Barbies.

Era uma coisa bem lésbica que me deixou com sequelas psicológicas pro resto da vida.

Enfim, eu precisava de um Ken. Um Ken era o brinquedo mais desejado e necessitado EVER! E eu fui modesta hein! Porque nessa epoca eu ia brincar na casa da minha amiga Livia e ela tinha o castelo (CAS-TE-LO) da Sheerra, com direito a corujito e tudo mais!

Lembro como se fosse hoje da manha desse Natal.  Eu corri pro pe da arvore e fui logo rasgando o papel do presente e assim que consegui abrir eu senti a maior decepcao de toda a minha vida. Tentei disfarcar, porque eu ja sabia a algum tempo que o papai Noel entregava os presentes numa sacola do Mapin, e os meus pais tinham que pagar por isso. Mas foi mais forte do que eu. Eu chorei um choro esmagado, que sai por aquele cantinho ingrato dos nossos olhos, incontrolavelmente.

La, dentro de uma caixinha fechada com durex estava ele. Que deve ter custado naquela epoca alguns mihoes de dinheiros dos meus pais pro papai Noel, que teve por sua vez que ir buscar la no Mapin. Ele. O Galinho Buenos Dias. O despertador Paraguaio mais odiado de todos os tempos.



E foi assim que eu comecei a odiar o Natal. Teve tambem um incidente envolvendo o Noel e a minha irma, mas isso nao foi nada perto do Buenos DIas .

Mas agora eu sou mae e nao preciso envolver meus filhos em questoes polemicas sobre Kens e Galinhos Buenos Dias. Eles vao sentir o friozinho na barriga de esperar na vespera como eu senti duranta varios Natais.

Conviccao reafirmada pela espera do presente de Natal, eu ainda pretendia denegrir a imagem do Noel para os meninos e avisa-los de que ele costumava confundir Ken com Gainho Buenos Dias, mas o marido achou melhor deixar o Rancor de lado, afinal de contas eh Natal, a decoracao da Paulista esta linda, e a gente podia ate dar uma passadinha la no Ibirapuera pra ver a arvore! (Voces perceberam a tecnica? Eh assim que ele faz, ele me confunde gente, tira o foco sabe?).

Providenciei os presentes dos meninos no Mapin na Internet, todos chegaram lindos e embrulhadinhos para serem devidamente escondidos ateh a hora do Noel chegar e levar todo o credito. Mas foi ai que houve um acidente de percurso. O Lucca vai passar o natal desse ano com a mae dele, motivo pelo qual ele iria abrir o presente que tanto queria, e la dentro do pacotge ia estar o que ele queria (e nao um despertador que te acorda em outra lingua), e a gente nao ia estar la pra ver...

Resultado: Lucca ganhou o presente antes do Natal e o Theo ficou traumatizado, porque eu nao deixei ele abrir o presente antes tambem.

Pronto, trauma de Natal passando de uma geracao pra outra! Mas pelo menos dentro da embalagem do Presente dele nao vai ter um Galinho Buenos Dias.

FEIZ NATAL!

11 comentários:

Tati disse...

Só vc pra me fazer rir tanto hoje...

Flávia A. disse...

HuaihUIAHauihIUAHIUa,ai, tô vendo que daqui pra frente só a menção de "galinho buenos dias" me fará rir...AhAUHIUahihAIUa,sério,eu penso nisso e dou risada,HAUIHauiAHIUa,aiai,melhor blog ever!

Adriana Engelmeyer disse...

Kkkkk,,,,,muito boa essa história do galinho buenos dias...estou rindo até agora.. Nossa e Mappin ....esse saiu do fundo do baú...até lembrei da musiquinha....kkkk

Marcelle disse...

Hilario!
Adorei a comparacao Barbie Maria Gadu rs
Obrigada por dividir suas historias e nos fazer rir com o seu "trauma natalino".
Voce ainda tem o galinho? rs

Laila disse...

kkkkkkkk mto comédia msm!" apesar de ser da década de 80, não conhecia o galinho buenos dias nem essa Mapin (oi? sou um ET?!) rsrsrs

Beijos e boas festas

Deivi Tiba disse...

e é por isso que a minha filha antes de ter uma barbie já tem um Ken! hauhauhauhau e ela vive agarrada lambendo ele todo!

Mariana - viciados em colo disse...

e alice descobriu onde escondi os presentes dela o_O mãe de merda ever!

eu disse que são de outras criançase pensei em reembalar... mas ela perguntou porque estes não estão na árvore junto com os outros o_O mãe de meeeerda não soube o que responder e soltou um "sei lá!"

nós e estes mistérios de natal!

Coisas de mãe disse...

Ai, ai, achei que este geração não ia mais ter traumas já que não vivemos mais naqueles tempos de menos zero e agora existem, pasmem, lojas que só vendem brinquedos (aqui na minha terra quando eu era pequena não tinha nem Mappin).

Bom, você superrou, ele vai superar tambem :)

beijos e um super NAtal, cheio de Kens pra você!

Pati

Afrodite disse...

Um 2012 maravilhoso pra toda a sua família!Depois conta como foi o natal de vcs,ok?
Beijo!

Kinha disse...

Eu ri, mas confesso se não sabia se ria ou se chorava com essa história, rsrs

Su disse...

No meio de um inferno astral, das férias meio paradas, e da falta de grana digna de uma estudante, eu cai aqui no seu blog, nas postagens antigas.
Adorei! Dei uma espiadinha nos posts atuais e... uou! Você tem uma vida de gente grande! rs
Tô lendo post por post.. Ansiosa pra chegar nos atuais!

Um beijo de uma ex-quase-unespiana!

E um ps: Uma semana de Unesp me fizeram uma Uspiana decente, que sabe beber cachaça e fazer caipirinha! heheheh