terça-feira, 17 de agosto de 2010

Lester e Eu

Ok. O título já diz tudo (para quem assistia a TV cultura no início dos anos 90)!

Um rato entrou no meu apartamento!Em pleno século XXI, zona sul de São Paulo, onde apartamentos estão cercados por câmeras de segurança, portões automáticos e cercas elétricas, um rato entrou NO MEU apartamento. E comeu a banana da fruteira!
Pelo tamanho das mordidas na banana o rato era enorme, uma ratazana bem nutrida dessas de esgotão mesmo! Só de ver a minha secretéria do lar me mostrando a banana e cocozitos nojentos do roedor espalhados sobre o chão branquinho e imaculado da minha cozinha as minhas pernas amoleceram. Na hora imaginei o Theo enfiando os pequenos dejetos na boca, ou puxando o rabo da Ratazana pensando que era brinquedo. Pra completar ela me disse que achou ossinhos, repito OSSINHOS, embaixo do meu fogão! Oh God!

Dentre tantos ratos que habitam a capital paulista, justo o rato que adentra a minha residência tem de ser um rato canibal! Podia ser o Mickey, ou o Toppogigio ou o Jerry, o Ligeirinho enfim, tantos ratos bacanas que nunca, jamais, em hipótese alguma morderiam as minhas bananas, cagariam no meu chão ou comeriam seres da mesma espécie deixando ossos pelo caminho. Mas não, o meu rato era o Lester, do Beackman (lembra?). O Lester era um bêbado desempregado que a produção do programa achou em um beco qualquer, colocou um roupa bem bagaçada de rato gigante e permitiu que ele peidasse e arrotasse durante a gravação do programa. Esse era o Lester, o meu rato.

Sou muito cagada mesmo! Para completar a merda, Big está na Argentina a trabalho, sim o cara está internacional, e não, eu não estou gostando nada disso, principalmente quando Lester resolve dar as caras por aqui.

Muito rapidamente mobilizei todo o condomínio para exterminar Lester, e fiquei sabendo que ele andou cagando em outros apartamentos além do meu (mas só no meu ele resolveu comer outros da tribo, que fique bem claro)! Cara, nunca me senti tão amedrontada na vida, nem quando Big e eu fomos assaltados a mão armada.

Lester é meu arqui-inimigo! É o anti-herói deste humilde blog! Lester precisa morrer para que eu tenha a paz de espírito necessária para ficar sozinha com o Theo por duas semanas.

Se Lester não morrer e continuar a comer minhas bananas, a cagar no meu chão e a fazer rituais antropofágicos embaixo do meu fogão na calada da noite, declaro para todos os seres vivos, conhecidos ou não do meu apartamento (como já fez uma vez minha querida amiga Tia Baranga, muito tempo atrás) QUE O APARTAMENTO É DO LESTER! Eu saio e Lester fica, pois seres humanos do sexo feminino e menores de 10 anos de ambos os sexos não conseguem sobreviver no mesmo ambiente de Lester e seus semelhantes. E tenho dito!

14 comentários:

Fá, Mãe da Ana Luiza e do Grãozinho disse...

Eca! Acho que o jeito vai ser comprar um taco de ferro e sair caçando o Lester na madrugada... E dar umas "ferradas" nele... até ter a certeza de que ele foi dessa pra uma melhor (ou pior, sei lá!)

Se cuidem!! Olhos abertos por aí!! hehe

Beijos

Sol! disse...

Fá, segundo o profundo conhecedor de roedores urbanos, o seu Luis, zelador do meu prédio, a toca do Lester fica fora do ap, portanto passei fita adesiva em toda a janela da minha lavanderia! Além disso já está contratada empresa que vai fazer a des-lesterização do apartamento! A empregada teve que passar pano com alcóol no chão do ap inteiro e o theo só engatinha em cima do edredon...

Medo absurdo de ratos e leptospirose mode on!

Bjo Fá!

Fá, Mãe da Ana Luiza e do Grãozinho disse...

Rato é uma bosta mesmo! Vc acredita que esses maledetos roeram um cabo do nosso carro? No outro dia fomos ligar e não ligava. Fomos pra assistência e o cara achou resquícios do rato... ecaaa! Isso que a gente tem uma pitbull que dorme do lado do carro... mais folgada impossível! hahahahaha

Beijos!!

piscardeolhos disse...

hahahahahaha, eu sei que não deveria rir mas hahahahahaha.
perdoa.
eu não deveria rir de um rato canibal entrando na casa alheia...sinta-se abraçada.
mas hahahahahahah, ô figura.

disse...

MENINA, EU TENHO UMCAMUNDONGO EM CASA HÁ UNS DIAS. JÁ COLOCAMOS REMÉDIO, CHAMAMOS A CIA URBANA DE LIMPEZA E NADA. ELE DEBOCHA DA GENTE. E TB SÓ APARECE QDO O MARIDO NÃO ESTÁ EM CASA. MORO NO RIO DE JANEIRO, CAPITAL E A UNICA DIFERENÇA É QUE MORO EM CASA, MAS SOFRO DO MEMSO JEITO. JÁ NÃO SEI MAIS O QUE FAZER, OU MELHOR SEI, CADA VEZ QUE ELE APARECE EU ABANDONO A CASA E VOU PRA MINHA MÃE RSRS, SEJA A HORA Q FOR. TÔ AQUI RINDO AO ESCREVER MAS É DE NERVOSO PQ SEI BEM O QUE VC ESTÁ PASSANDO E É TERRÍVEL! O QUE FAZER? ALÉM DE ABANDONAR O LAR? TALVEZ ME MATAR PQ MATAR O BICHINHO TÁ COMPLICADO...

BEIJOCAS EBOA SORTE. AH SE TIVER ALGUMA DICA ME FALA RSRS

Mari Rocha disse...

Tenho a impressão de que ter um Lester em casa é muito pior do que passar noites acordadas por causa do Theo... aliás, até melhor que ele esteja acordado, assim ficam os dois de olhos bem abertos pro caso do bicho asqueroso aparecer de novo. Nesse caso, tranque-se no quarto com o Theo, é o único conselho que posso te dar. Mas antes assegure-se de que o Lester não esteja dentro, é bom dizer. De qualquer forma, caso ainda seja possível manter alguma normalidade no lar para testar o nana nenê, queria te dizer só uma coisinha: pelo que li, 96% dos casos dão certo. Os outros 4% são de casos em que os pais confessam terem descumprindo algumas regras. Por uma semana, siga o prescrito. É só uma semana. Se não der certo, você volta à estaca zero sem grandes prejuízos. Digo isso porque hoje conversei com uma mãe que estava aplicando a coisa meio pela metade, e, como previsto, não estava dando muito certo. Se ainda não for a hora, se você achar que é contra seus princípios, se sentir que dentro de você algo dói muito quando tenta se imaginar aplicando a coisa, então tudo bem. Deixe de lado o livro. Vocês vão encontrar uma solução mais apropriada, no tempo certo. Se quiser tentar, eu ajudo! beijão e boa sorte com o asqueroso.

Mariana Schmidt disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh, me deu um arrepio até na alma agora imaginando o tamanho do biho!!!
Eeeeca!!!
E me arrepiou mais ainda imaginando a cena do Theo puxando ele pelo rabo achando que é brinquedo!!! Aiiiii, que pavor!!!
Mas vamos lá, sorte com o rato!!
Beijos

Sol! disse...

Gente,

as opções são escaças, já que colocar veneno de rato numa casa com beb6e que engatinha e está na fase oral está fora de cogitação!

A idéia da barra de ferro é uma opçao, mãs, pelo tamanho das mordidas na banana eu vou ter que dar uma porrada certeira no lester, e mais, o rato deve ser muito do mal, já que come outros da mesma espécie para sobreviver... ME-DA!

O pessoal do condomínio está tentando encontrar a toca do Lester, enquanto isso é proiido abrir janelas no meu apartamento, e eu rezo pra Nsa. Sra do Bom parto (que acho que é a santa com a qual eu mais me identifico) para que o Lester não tenha se mudado para a minha casa! Amém!

Obrigado pelas palavras de carinho (e pelo abraço Roberta!)

Kill Lester! É a missão da semana

Sol! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diane Lorde disse...

Caraca, também tenho horror a ratos de qualquer espécie e tamanho, nem sei como é que faz para matar, e nem quero aprender, arranje um exterminador profissional e mande bala, torpedo, bomba e acabe literalmente com a raça do bixo...rs que medo...

Tia Baranga disse...

Uma vez eu li sobre processos de mumificação de ratos, que funcionava em detrimento da des-lesterização. Achei impressionante!!! Percebi que meus métodos de afogamento o spray de laquê eram muitos primitivos! Boa sorte, amiga!

Miss X disse...

O que apareceu aqui em casa comeu mangas e batatas que estavam na fruteira. VEja bem: ele comeu as batatas (andar mais baixo da fruteira) e subiu 3 andares da mesma para comer a manga de sobremesa. Era um camundongo q meu pai exterminou, mas fiquei muito tempo sem sequer andar descalça na cozinha.
Agora, se o Lester é canibal, eu não teria medo, teria pavor!!!

Boa sorte. Mesmo.

Sol! disse...

Gente

O Lester Zomba de toda a humanidade!Ele subiu mais dois andares e foi comer bananas no ap 72! (dois andares acima do meu! E já andou passando por todos os andares debaixo) Ou seja, Lester ri na cara do perigo e está cagando para a empresa de des-lesteriação contratada pelo condomínio...

Eu avisei que ele era do mal! Que a força esteja comigo pra enfrenter tremendo vilão!

meninas com meninas disse...

hauahauahaua
rindo muito
vc n tem um rato e sim um pitt bull em casa
parece que ele venceu pode ir encaixotando as coisas
heueheue
adorei
beijos me segue
=*